Reboot

30 10 2009

Atraso básico. Virou médio. E agora ficou tenso. Ponto, vou dar reboot!

VÍCIO volta terça que vem com os reviews das séries exibidas nesse final de semana (30/10-01/11) para acabar de vez com o atraso.

Descartei bastante episódio, mas antes isso do que ficar duas semanas atarasado com as séries! Até terça, pessoal.

#euacho

                                                                                             Michael





Vício de Seriados – The Complete 1st Season

26 10 2009

Vício de Seriados - The Complete 1st Season

E é isso aí, pessoal! Um ano! Um ano com essa maluquice que eu adoro chamar de blog. Um ano escrivinhando textos para vocês, criando meu espaço no meio de tanto blog e site desumanamente bom. Já mudou tanta coisa aqui, eu já parei tantas vezes de escrever e já deixei tantas vezes esse pobre coitado de lado. Mas eu não desisto dele. Eu amo esse espaçozinho aqui e por causa dele que muita coisa já aconteceu comigo. Muita coisa boa mesmo.

É bom ver gente comentando o que faço por aqui – ou não-, lendo – ou não – e gostando – ou não – do blog. Um ano se passa, uma nova temporada se inicia. E esse clima comemorativo está tão grande que até veio uma idéia boa para ficar em dia com os textos.

Valeu a todos, então. Que me impulsionam a escrever e a sentir que não é nenhuma perda de tempo demonstrar paixão por esse vício. E bora lá, porque agora temos uma nova temporada para bolar.

É Vício de Seriados 2nd Season começando!

Parabéns para miiiim! \o/ \o/ \o/





Vícios em Série – Fim de Semana | Ugly Betty (04×01 e 02), Desperate Housewives (06×04) e Brothers & Sisters (04×04)

24 10 2009

Vícios em Série - Fim de Semana | Ugly Betty (04x01 e 02), Desperate Housewives (06x04) e Brothers & Sisters (04x04)

Let’s Go! Mais uma vez atrasado, tenho os episódio do último final de semana aqui! E eu não tenho medo de chamar de louco quem não gostou desses quatro episódios! =P Leia o resto deste post »





Vícios em Série | Tirando o mega atraso [2]

20 10 2009

Rápidos comentários dos episódios: 02×06 de 90210, 05×04 de Old Christine, 01×04 de Cougar Town, 01×06 de The Vampire Diaries, 02×05 de Fringe e 01×04 de Flashfoward.

Voltando as atividades normais amanhã (assim espero eu) para deixar tudo nos trinques para o aniversário de um ano do blog segunda que vem, começo aqui a 2ª rodada do mega-atraso dos reviews. Bora?

Mesmo não invertendo completamente a situação da 1ª parte, dá pra dizer sem medo que a maioria dos episódios aqui não foram dos melhores. Ok, Fringe e Vampire foram excelentes (principalmente a 2ª) e me dá ódio de pensar que nessa semana, não teremos um novo episódio da Ciência de Borda. A série de JJ está tão fod… fantástica que mesmo com os episódios mais focados no caso da semana, eles conseguem ser excelentes, pois os momentos com os problemas da trama central ao serem mostrados são super bem conduzidos e não deixam nenhum errinho. Os cartões que Olívia pedia por todo o episódio me deixou louco e a mensagem “You’re Gonna Be Fine” podia valer por todo o episódio caso ele tivesse sido um lixo. Olivia chorar me fez querer também. #EMOtivo . Walter e Peter também estão sensacionais, e as coisas vão ficar melhores ainda agora que Peter parece estar lembrando de sua conturbada infância. Percebendo que os espírito brincalhão de Walter cada vez mais vai perdendo espaço para um senhor velho, preocupado e ansioso? Essa 2ª temporada realmente está madurérrima.

E Vampire nem precisou de uma temporada para se mostrar fantástica. Pra dizer a verdade, nem foram necessários meia dúzia de episódios e me fazer odiar-me por gostar de um história teen vampiresca. Aff. Como está boa, mêooo…. E uma série dessas me dar dois sustos de uma vez só? Damon matando Vicky me deixou parado por alguns segundos. E a tal “clone” de Elena ser vampira foi tipo, “-Oi?”. Choquei. Vai ser irado vê-la uma vampira. Peninha do Jeremy, mas ok. E Elena é outra que se desenvolve absurdamente. Não é a mais chata intrometida de dois episódios atrás. Se decidiu. Pegou informações de Stefan sobre a vida de 1800 e cacetada e meteu um delicioso NÃO! Na cara do mal amado. Juro que ri um pouco, mas ótima cena a do final, com os dois separados pela porta. Gostei.

Cougar Town deu uma melhorada também. Nada absurdo para babar ovo dela como antes. Mas também nada inútil para me fazer esculhambá-la aqui. Está ok. E deu pra rir bem com a amiga loira lá de Jules gritando em câmera lenta o “NOOO!!” para a personagem de Courtney antes de humilhar o vizinho. Travis e seu pai? Lixo. Já disse que as história que prestam nessa séries são as que giram em torno de Jules.

Não deu outra. Fechando as comédias da semana passada: Old Christine. Outra que caiu. Mas caiu pouco em relação a seu excelente episódio anterior (3º). Chorei – de rir, obviously – com o divórcio de Barb e Old Christine. E o retorno de Lindsey e Marly foi a cereja do bolo que faltava nessa temporada. Teve muito de bom e pouco de Richard ruim. Senti saudades de New Christine e sua burrice exagerada, mas relevo. Ter Barb num episódio já é o suficiente.

Com 90210 e Flashfoward as coisas foram meio tristes. 90210 nem tanto, pois a temporada está impressionante para seus padrões, mas não andou muita coisa. Só para mostrar que Ade é burra com o sem efeitos de LSD’s por deixar Navid. Ah, e pra mostrar que o namorico de Annie é doido. Serião. Inveja, desse tamanho assim ó, da sorte de Annie. Putz! Mas também tem a burrinha da Naomi que cai na lábia da irmã. Ficou meio pejorativo, né não? A série está boa, muito até. Mas sei lá, episódio que não andou muito. Agradeço a minha querida Silver que sempre faz a carroça andar em qualquer situação. E mostraram Dixon pegando sua namorada só pra dizer que ele estava ainda no Cast, né?

E a série lá dos 137 segundos? Oi! Continua nesse ritmo que dou tchau. E não precisarei dos 2 minutos e 17 segundos pra tomar essa decisão. Dou mais alguns episódios pra coisa melhorar. Mas digo que foi sofrível o Charlie sair da Ilha (eltra maíscula, óbvio)  de Lost e ligar pro Llyod e dizer com todas as letras “Somos os responsáveis pela maior catástrofe de toda a humanidade”. Clichês são bons e legais. Mas em falas, não rolam. E não junte humanidade, catástrofe e responsável numa mesma sentença. Vomito. Sempre.

Bye!





Vícios em Série | Tirando o mega atraso [1]

18 10 2009

Rápidos comentários dos episódios: 03×07 de Greek, 03×05 de Gossip Girl, 04×05 de Heroes, 05×04 de How I Met Your Mother, 01×06 de Melrose Place, 06×05 de Grey’s Anatomy, 02×03 de Dollhouse, 04×03 de Brothers & Sisters e 06×03 de Desperate Housewives.

Depois da pausa básica que o blog teve por aqui ( o pobre foi jogado às moscas, as visitas desceram absurdamente… ) Eu voltei, babies! E como ainda não estou realmente em dia com a semana de 11 a 16 de outubro, vou comentando aqui metade das séries que vejo. Vejo e faço-o bem satisfeito, por enquanto. Não vejo nenhum problema alarmante até agora em nenhum do episódios que assisti, fiquei até bem contente para ser sincero. Especialmente com as séries de domingo, Desperate Housewives e Brothers & Sisters. Prêmio joinha para as duas, e nem consigo escolher um melhor ao certo, nesse momento. DH ficou impecável nessa última semana. Misturou tudo que teve de melhor em seus bons tempos e elevou ao quadrado. Está mágico. E a cena final do episódio, com Susan ajudando a limpar a frente da casa nova família com todo aquele vandalismo, roubou uma pequena lágrima de mim. E B&S. Deus, quando eu achava que não podia ficar melhor, eles me vem e trazem Sarah de volta. A Kitty pode até ser o ponto de partida para os problemas dessa temporada com seu câncer, mas sem dúvidas quem anda roubando a cena é Norah e Robert. Norah sempre rulou aquela série. Mas Robert virou um personagem fantástico para mim pela forma que ele está lidando com o câncer da mulher, e sua relação com a matriarca dos Walkers para deixar Kitty feliz foi sei auge. Minto. Ele chegou lá quando aceitou tudo com um sorriso estampado na cara, às exigências de Kitty a morarem na casa de Norah. Essa junção promete.

Indo um pouquinho mais para trás, sábado passado exatamente, tivemos o meio confuso Dollhouse e seu 3º episódio. Olha, não foi ruim. O que me deixou fascinado foi que agora Echo tem a impressão do psicopata em sua cabeça pro resto de sua existência. É. Só isso salvou. O resto foi lixo. Nada foi no mínimo interessante, e passar quarenta minutos com o povo atrás das raptadas foi bem #fail. Se bem, que eu ri horrores quando a consciência da menina Kiki entrou no corpo de Victor e começou a dançar igual uma louca.

Segunda foi tudo ok. As séries foram ok, claro. Porque o lixo de Heroes deu vontade de viajar pros EUA e sentar a mão na cara de Tim Kring. Putz. Só a mudinha salva naquele show de monotonia, que perde em diversão até para o BBB. E eu realmente amei o novo nível do poder dela. Mas que todos os outros morram. Principalmente o Hiro. #ódio. Greek e Gossip Girl chegaram a um plano cute inimaginável. Greek, sei lá. Juntar Cassie, Cappie e Evans de novo já foi algo histórico e eu fiz cara de fofura com o brinde a distancia na cena final do Dobler’s. Uma pena só que foi bye, bye definitivo para Jordan, se bem que me contento com Fisher e Ash que estavam muito bons. E Gossip Girl? Ah, pessoal, que episódio ótimo. Teve tudo. Reviravolta, barraco, términos de namoros chatos, casamento, festa, Jenny Bitch ( a cena onde ela manda a amiga com pais falidos embora, foi tipo, “OI?” de tão great. Repeti a cena três vezes ) , Blair e Chuck mais, faculdade menos, Hillary Duff zero e banhos de Georgina! Mas por favor, que esse seja o último casamento de Lilly.

Nas bandas de How I Met Your Mother a coisa anda tão perfeita… É, sem margem de dúvidas, a temporada atual mais impecável. Sem falhas, afiada, memorável, linda…. Só falta mais um tapa esse ano que eu vou a loucura. Rolei de rir com o casal Robin e Barney com ciúmes de Lilly e Marsh. Mas nada barrou os vídeos musicais de Marsh. Minhas maçãs do rosto precisaram ser massageadas após os vídeos da fuga do gato e seu enterro.

Pra terminar o lenga-lenga, falo das minhas duas mais amadas atualmente: Melrose e, claro, Grey’s! Melrose está tensa, tensa. E Violet está doida, doida. Mas ver Michael se ferrando já é um prazer dos grandes. Tudo bem que importante, importante nas últimas semanas mesmo vem sendo Violet, Lauren, Michael e David. Mas Lauren faz seu show sozinha. Brilha por si só e me deixa louco quando consegue fugir no último segundo de ser descoberta em seu segredo. Auggie foi tipo “cadê você” e mesmo sendo bem legalzinhos, ainda não entendo a utilidade prática de Jonah e Riley na série. No Aguardo.

Grey’s. Ah, Grey’s. Amo uma muvuca. Amo problemas tensos serem apresentados e estarem longe de serem resolvidos. E é isso, agora com o Mercy West parasitando no SG! Estou gostando de tudo que anda acontecendo, mas acho que Callie e Arizona, por estarem um pouco mais colocadas com outros problemas além da superlotação de funcionários, vêm sendo as melhores. Ah é, que o Chief morra junto com todos os desgraçados do Mercy West. Fizeram que fizeram que tiraram a Izzie! Não! Lógico que ela volta, mas fiquei absurdamente satisfeito com a desculpa que criaram para a ausência de Izzie pelos próximos episódios. A nova leva de personagens, mesmo sendo chatas e irritantes, estão longe de não serem interessantes. É uma nova era em Grey’s!





Vícios em Série! – Quinta | Grey’s Anatomy (06×04), Fringe (02×04), Flashfoward (01×03) e The Vampire Diaries (01×05)

12 10 2009

VS - Quinta

Estamos na média de um mês desde as estréias das séries. E que mês sensacional! Leia o resto deste post »





Vícios em Série! – Comédias | HIMYM (05×03), Cougar Town (01×03), Glee (01×06) e Old Christine (05×03)

9 10 2009

VS - Comédias

Semana passada não fui nem um pouco com o episódio de Glee. O papel inverteu ( absurdamente ). Semana passada eu gostei de Cougar Town. Novamente, tudo inverteu ( muito absurdamente² ). Old Christine melhorou que foi uma beleza ( muito ). E só Mother realmente vem traçando um caminho brilhante em suas primeiras semanas, sem nenhuma episódio realmente boring. Tá tudo aqui!   Leia o resto deste post »








Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.